Últimas publicações do blog

Guia de segurança para trabalhar com Resina Epoxy e Resina UV

Trabalhar com resina epoxy e resina UV pode ser uma experiência gratificante para os entusiastas dos hobbies e artesanato. Com moldes e criatividade é possível obter resultados fantásticos, de forma simples. No entanto, é crucial entender e seguir as melhores práticas de segurança para proteger a sua saúde. Ao trabalhar com resina a segurança - sua e dos outros - é o ponto mais importante - com isso assegurado, é só diversão.

Acho importante partilhar estas informações, uma vez que nos milhares de vídeos e tutoriais que encontramos na internet, nem sempre nos lembram este aspeto, apenas mostram como é fácil e como são bonitos e espetaculares os projetos em resina e, neste caso, estamos a manipular produtos químicos, que podem afetar gravemente a nossa saúde.

brincos em resina

1. Ventilação Adequada

A resina epoxy e a resina UV podem liberar vapores nocivos durante o processo de cura. Até mesmo as resinas que dizem não terem solventes e sem compostos orgânicos voláteis (VOCs) - estas libertam menos vapores, mas também libertam. Assim, é fundamental trabalhar numa área bem ventilada ou usar um sistema de exaustão para dissipar esses vapores. Nunca trabalhe com resinas em espaços confinados ou sem ventilação adequada.

2. Equipamento de Proteção Individual (EPI)

Não quero relembrar tempos do COVID mas ao manipular resinas, é essencial usar EPI adequados:

  1. Luvas de nitrilo - de utilização única - se as luvas tiverem contacto com a resina o seu material vai começar a deteriorar-se, pelo que, mais tarde, ou mais cedo, elas vão rasgar e a resina vai entrar em contacto com a sua pele, coisa que não vai querer que aconteça, por isso, o melhor, é mesmo não reutilizar luvas, ou pelo menos, ponha sempre um segundo par de luvas novas, por baixo das usadas;

    Trabalhar com Luvas

  2. Óculos de proteção - o último sítio onde vai querer que a resina toque serão, garantidamente, os olhos, pelo que proteja os mesmos com óculos de proteção - estes podem ser dispensados se usar uma máscara integral;

  3. Máscara respiratória - não são as vulgares máscaras do tempo do COVID, não, são as máscaras com filtro (que têm que ser trocados regularmente), que nos fazem parecer que estamos a trabalhar com produtos tóxicos. Esperem, estamos mesmo a trabalhar com produtos tóxicos...

    Máscara Respiratória

    Se optar por uma máscara integral, que cobre a cara, o nariz e os olhos, claro que pode dispensar os óculos de proteção.

  4. Não trabalhe de manga curta - escolha sempre roupa velha, para trabalhar com resina, porque se lhe cair em cima fica com a roupa arruinada, e tape sempre os braços - quanto mais pele tiver exposta, maior o risco.

A utilização de EPIs é importante, não só quando está a preparar a resina, mas, se, após ao desmolde, tiver que cortar ou lixar alguma parte da peça, será necessário que utilize a máscara e os óculos de proteção, pois ao lixar/cortar a peça de resina, são libertadas para o ar pequenas partículas da mesma, que não queremos inalar - é igualmente prejudicial.

3. Siga as instruções do fabricante

Cada marca de resina pode ter instruções específicas de segurança e aplicação. É crucial ler e seguir cuidadosamente as instruções do fabricante em relação à proporção de mistura, tempo de cura, temperatura ambiente e outros detalhes importantes para garantir os melhores resultados e seguros.

Cumpra, na totalidade, o tempo de cura, porque se tentar desmoldar antes do tempo terminar, significa que as reações químicas ainda estão a acontecer, não sendo seguro estar no mesmo locar da resina, sem estar protegido.

4. Manipulação segura

Os pontos anteriores servem para que a manipulação das resinas seja segura. O objetivo é evitar o contacto direto com a pele e os olhos ao manusear resinas. Mas, se ocorrer algum contacto, lave imediatamente com água e sabão e procure assistência médica, se necessário. Além disso, mantenha as resinas fora do alcance de crianças e animais de estimação. Esta parte é muito importante - imagine que está a trabalhar com todos os cuidados mas deixa entrar alguém no seu espaço... os seus animais não vão estar protegidos e provavelmente as outras pessoas também não.

5. Disposição no lixo

A disposição inadequada de resinas usadas pode ser prejudicial ao meio ambiente. Normalmente a forma correta de deitar fora restos de resina que já não vai utilizar será aguardar que ela endureça (cure) completamente, e só depois poderá descartá-la no lixo comum, nunca de forma líquida.

6. Armazenamento seguro

Guarde as resinas em recipientes hermeticamente fechados, em locais frescos e secos, longe da luz solar direta e de fontes de calor. Isso ajudará a preservar a qualidade das resinas e a reduzir os riscos de acidentes.

Conclusão

Ao trabalhar com resina epoxy e resina UV não descure a segurança. Se trabalhar num espaço muito amplo e bem arejado, onde não entre mais ninguém, ou nenhum animal, até pode dispensar o respirador (a não ser que esteja a lixar/cortar a peça - neste caso o respirador é essencial), mas nunca dispense os restantes equipamentos.

Eu, pessoalmente, fiquei muito entusiasmada com a resina, mas rapidamente percebi que não ia conseguir ter sucesso trabalhando com a mesma, uma vez que, num apartamento, com animais e crianças, é-me impossível ter uma divisão sem utilização, onde ninguém entra, enquanto a resina cura... Mas talvez um dia tenha condições.

Espero que este guia seja útil ao explorar o mundo das artes decorativas e artesanato com resinas. Lembre-se, a arte é diversão, mas a segurança vem em primeiro lugar!

Publicado em: Outros Conteúdos

Deixe um comentário